terça-feira, 15 de março de 2005

X-Acto, faquinhas e sentido de humor

Aqui há tempos ouvi uma história verdadeira que me deixou quase KO de tanto rir... ainda me dá para rir só de pensar!

Então não é que anda por aí uma pessoa (homem com cerca de 50 anos de idade) que passou a sua vida toda sem ouvir a palavra "X-Acto". Um dia, ao ouvi-la pela primeira vez, questionou-se quanto ao seu significado, e perguntou o que seria tal coisa. Depois de lhe ter sido explicado e mostrado o tal objecto, sendo que ele já o conhecia, foi-lhe perguntado por que nome conhecia ele o objecto, ao que ele respondeu: "ah!, isso é uma faquinha!" LOLOLOLOL

Nem sempre as melhores piadas provêm de anedotas elaboradas ou de histórias rebuscadas, o humor está em todo o lado e em nós também. Se a Ironia é o humor baseado nos opostos, se estar vivo é o contrário de estar morto, e se nós levamos a maior parte do tempo ou a dormir ou a dedicarmo-nos a tarefas monótonas, umas nobres e outras nem tanto, então, uma das melhores qualidades que podemos (ob)ter é a capacidade de nos rirmos de nós próprios. Ajuda a passar o tempo e da melhor forma.

7 comentários:

Anonymous disse...

A minha dúvida é:
Por que raio chamamos a esse objecto x-acto e não y-corte, ou z-german ou ainda u-cócó?

Verde

The Joker disse...

Folgo em saber que o nível do blog está cada vez mais profundo eh eh eh.

De qualquer maneira parece-me bem. Existe algo que (penso eu) passa um pouco ao lado de todos nós. Trata-se de algo que se enraizou na nossa cultura e, especialmente, na nossa língua. Estou a falar dos estrangeirismos.

Ora, senão reparem nalguns exemplos aleatórios mas mais ou menos cómicos:

x-acto
xizato
x-ato
surfar
hamburgueres
boite
snack-bar
sanduiche
net
blog
cd
dvd
disquete

Enfim! Dá que pensar, ou não...

Gandim disse...

A palavra X-Acto vem do inglês/americano "X-Acto Nife", ou seja, "faquinha de precisão"... lol
Afinal, faquinha adequa-se e de que maneira! ehehe :))

Gandim disse...

Joker, mas há mais:
dossier
portfólio
cheesecake
fouton
chaiselong
dread
stresse
faxe
etc...

Al TurHao disse...

E aquele cheirinho a roupa lavada??

E "PSICHÉ"?
(adoro esta palavra... e a palavra manteiga também.)

Anónimo disse...

X-Acto® ou X-ACTO é um nome de marca registada que se refere a um faca de utilidade, geralmente com uma lâmina curta, afiadíssima disponível em forma de pena presa na ponta distensora de haste igual a uma caneta, usada geralmente para trabalhos de artífices e passatempos predilectos. Designada também simplesmente faca X-Acto.
Qualquer nome de marca é sempre um substantivo próprio e tem que estar ligado sempre ao produto que se refere empregado com valor de adjectivo: faca X-Acto (faca da marca X-Acto), portanto quem tem razão é o homem da anedota, pois o objecto que ele designou "faquinha", de facto é uma "faquinha", mas da marca japonesa Olfa® e foi inventada em 1956 pelo japonês Yoshio Okada. E a faca de pena de gume X-Acto® foi inventada nos anos 1930 pelo judeu polaco Sundel Doniges imigrante nos Estados Unidos.

Pep disse...

ora aí está um comment com classe! ;)